quarta-feira, 5 de novembro de 2014

PF deflagra operação no RS contra fraude de R$ 22 milhões na Caixa

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (5) uma operação contra uma fraude superior a R$ 22 milhões na Caixa Econômica Federal no Rio Grande do Sul. Nove mandados de busca e apreensão e 13 de condução coercitiva (quando o suspeito pode ser  levado à força para prestar depoimento) em Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo e Estância Velha. A PF investiga crime contra o sistema financeiro nacional e lavagem de dinheiro.

As investigações identificaram uma organização criminosa que utilizou, entre julho de 2012 a novembro de 2013, o nome de de 70 empresas para abertura de contas na Caixa, seguida da contratação de empréstimos com documentação falsa. O esquema era viabilizado pelo gerente de uma agência da instituição, que já foi afastado do cargo. Segundo a PF, ele também era beneficiado pela fraude. Um procedimento disciplinar interno já havia sido instaurado para apurar as suspeitas.


O esquema contou ainda, segundo a PF, com a ajuda de um correspondente da Caixa e de terceiros que se apresentavam como procuradores, intermediários ou consultores de empresas de "fachada", que adquiriam crédito bancário elevado e efetuavam saques ou transferências destinados a pessoas físicas ou empresas inadimplentes. Ao final, a conta se encerrava com saldo negativo.
As investigações também verificaram que os grupos envolvidos utilizaram duplicatas simuladas com especificações semelhantes para desconto e obtenção antecipada de crédito, mesmo sem apresentar características de atividade comercial.

Os envolvidos estariam ocultando bens de sua propriedade, registrando em nome de terceiros ou de pessoas do grupo familiar. Por isso, foram determinadas judicialmente medidas de sequestro de bens imóveis e veículos adquiridos.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário