quarta-feira, 23 de julho de 2014

PF descobre fraude de R$ 3,2 milhões na Caixa Econômica em MT e GO

           

Uma operação da Polícia Federal está sendo realizada na manhã desta sexta-feira (18) em Mato Grosso e em Goiás contra uma quadrilha suspeita de cometer fraudes para obtenção de empréstimos na Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com a PF, a estimativa é que a quadrilha tenha desviado mais de R$ 3,2 milhões. Até as 12h20 [horário de Mato Grosso], quatro pessoas haviam sido presas e deveriam ser levadas para a Superintendência da Polícia Federal, em Cuiabá. As prisões ocorreram em DeniseNova Marilândia e na capital.
O G1 entrou em contato com a assessoria da Caixa Econômica em Mato Grosso, que ainda não se posicionou sobre o assunto. A operação ocorre em Cuiabá, Várzea Grande, região metropolitana da capital, Denise, Nova Marilândia,ArenápolisNobresNovo São Joaquim,Cáceres e Morrinhos (GO). Segundo a PF, devem ser cumpridos 37 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão temporária e 24 conduções coercitivas à Superintendência da PF. Todos os mandados foram expedidos pela 5ª Vara Federal de Mato Grosso.
A investigação teve início em abril deste ano, quando foi verificada a existência de associação criminosa chefiada por empregado público da Caixa Econômica. Conforme a PF, ele simulava a contratação de empréstimos consignados em nome de terceiros, informando falsamente que o empréstimo seria de servidor público.
Policiais federais fizeram buscas de documentos na agência da Caixa Econômica Federal localizada na Rua 13 de Junho, em Cuiabá, localizada próximo ao Hospital Geral Universitário.
Os envolvidos devem responder pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, peculato, corrupção ativa, lavagem de capitais e associação criminosa.


Fonte: g1.globo.com 
(Foto: Pollyana Araújo/G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário